Please reload

Please reload

RIO SAUDÁVEL | O QUE FAZER NA BARRA

O Rio é minha segunda casa, pois sou filha de carioca, com boa parte da família ainda morando por aqui (falo aqui porque estou escrevendo esse post dentro do Uber indo pra um show no Rio Cenário, na Lapa). Desde de criança venho a cidade para aproveitar as férias. Esse meu "chiado" no sotaque de cearense se justifica agora, né?) 

 

Mas vamos ao que importa. O motivo principal dessa minha viagem foi negócios (parece interrogatório de imigração né?), o que fez com que eu me hospedasse na Barra da Tijuca por motivos logísticos.

Na barra, tive a oportunidade de conhecer dois locais (um almoço e um jantar). Depois de uma pesquisa rápida no Google, pré-selecionei em quatro opções: Mercado dos Produtores ou Pomar Orgânico para o almoço. E restaurante Da Bela ou Botto Bar para o jantar.

 

O mercado dos produtores foi recém inaugurado e promete levar para a  Barra um pouco do charme dos tradicionais mercados ao redor do mundo, como o Mercado Municipal de SP ou o Eataly em NY. Fazendo uma busca de imagens no Google, achei muita foto de perspectiva arquitetônica e pouca coisa de "vida real", achei arriscado e optei apostar na minha segunda opção para o almoço: o Pomar Orgânico.

 

O Pomar Orgânico é um restaurante casual em um pequeno shopping aberto. Chegamos lá por volta de 14h e ainda haviam várias mesas disponíveis. Sentamos em um sofá charmoso que dava vista para todo o restaurante. Ao meu lado esquerdo, havia uma família com um bebê recém nascido - a mãe carioca e o pai aparentemente inglês. Ao meu lado direito, dois amigos falando francês. Definitivamente, ali é um local que agrada diversas culturas.

 

 

No cardápio, predominantemente vegetariano, haviam opções de peixes na seção de dieta Paleo e de frango na seção infantil. Fora isso, os únicos produtos de origem animal eram muçarela de búfala e queijo feta.

 

Eu pedi um Gnocchi de batata baroa, no azeite de sálvia com amêndoas laminadas e tostadas, queijo feta e brotos de rúcula. O marido pediu o prato do dia, uma versão natureba e gourmet do tradicional espetinho de frango com farofa. Ambos estavam surpreendentemente deliciosos.

 

 

Para beber, não me arrisquei, fui de chá de hibisco com pera. O marido arriscou (e aprovou) um suco de manga com gengibre. Ambos orgânicos. O interessante é que em um restaurante tão natureba havia refrigerante, mas nada dos velhos conhecidos, e sim uma versão mais natureba, contendo apenas suco de fruta, açúcar orgânico e água com gás. Mostrando que a tendência de apenas ser mais natural chegou. Pela hora, decidimos pular a sobremesa. Fica pra outra visita.

 

Na hora do jantar, fomos ao Vogue Square, um shopping novo que VAI ficar muito legal. Falo VAI pois o local ainda tem muitas operações que ainda não abriram, porém não é difícil de prever que será um sucesso apenas pela quantidade (e qualidade) dos bares e restaurantes que ali estão.

 

Logo na entrada do mall, se vê uma placa indicando para o "Da Bela", o restaurante da Bela Gil que fica dentro do Hotel Best Western, anexado ao shopping.

 

Eu sei que a opção da Bela Gil seria a escolha mais óbvia, porém devo confessar que o ambiente "hoteleiro" e a ideia de comer um churrasco de melancia não me atraiu.

 

Acabamos indo para o Botto Bar, uma casa de chopp. Agora raciocina comigo: se chopp é um alimento fresco e alimentos frescos são a base de uma alimentação saudável, logo chopp é saudável, né?

 

Dito isso, podemos entender a beleza do lugar com mais de 40 opções de chopps locais e também importados. Os garçons entendem do assunto e se você gosta de um bom papo, peça sugestões e explicações sobre o cardápio de cervejas (que fica escrito na parede e não em um tradicional menu de papel).

 

 

No cardápio de comida, há opções de petiscos fritos e outros também fritos. Então, se não pode vencê-los, una-se a eles. Fui de coxinha vegana (!) de cogumelo.

 

A coxinha estava muito bem frita, sem gordura em excesso, crocante por fora e extremamente macia por dentro. Acompanhava um chutney de tomate divino. Antes de sair, ainda me arrisquei na sopa de cebola na cerveja e fui dormir feliz da vida.

 

Nos outros dias, sai da Barra e fui para a Zona Sul, onde pude conhecer novas opções e confirmar que, sim, uma Rio é uma cidade maravilhosamente democrática. Mas isso é assunto para outro post... 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ARQUIVO
POSTS RECENTES
TAGS
Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Blog de hábitos saudáveis