Please reload

Please reload

RIO SAUDÁVEL | DA BARRA PARA A ZONA SUL

Depois de cumprir os compromissos de trabalho, vim aproveitar o final de semana ao lado da família na zona Sul. Pra ser mais precisa, no Jardim Botânico.

 

Aqui no bairro, próxima à Globo do JB, fica a La Bicyclette, uma padaria artesanal.

 

Conheci a La Bicyclette ainda antes mesmo de o local se tornar um “estabelecimento”. Os fundadores, um francês e uma franco-brasileira, produziam pães integrais e artesanais sob encomenda, entregando-os, na casa do cliente, em uma bicicleta. Já entendeu a origem do nome né?

 

Enfim, foi em um “lanche da tarde” na casa da minha tia que eu me deparei pela primeira vez com uma fougasse (pão “chato” francês que muito lembra a focaccia italiana). O sabor daquele pão artesanal, com alecrim e sal grosso me encantou. Depois desse episódio, o La Bicyclette entrou para a minha lista de “locais venerados” e a fougasse se alternava com o pão de nozes e passas ou o de azeitona com alecrim.

 

Hoje, a La Bicyclette tem duas unidades, uma dentro do Jardim Botânico, o parque, e outra na Pacheco Leão. Além dos pães de fermentação natural (modelados a mão e assados à moda antiga, na pedra), você pode se deliciar com tradicionais folhados franceses, como croissants, pains au chocolate e brioches, como também sanduíches. Vale ressaltar que eles privilegiam pequenos produtores e utilizam insumos ingredientes locais e orgânicos, sempre que possível! Passe lá para um lanche à tarde ou depois do seu passeio no jardim botânico.

 

Turistando, tive o prazer de descobrir um dos que considero como "maiores achados" no RJ: o café Fazenda Culinária, situado no Museu do Amanhã. 

 

Com a Chef Flavia Quaresma assinando o cardápio (quem lembra do programa mesa pra 2 na GNT?), a Fazenda Culinária tem como missão muito mais do que servir comida de qualidade. Eles se preocupam em desenvolver os produtores locais e agregar mais valor nutricional aos pratos servidos.

 

O café, que tem mesa comunitária e jarros de ervas como arranjos de mesa e decorando o ambiente, tem diversa opções de produtos orgânicos e com ingredientes do bem. No almoço, eu pedi uma salada de cevadinha perfumada e deliciosa. E para adoçar a vida, um brownie orgânico e um cappuccino italiano. Desejei o doce de abóbora, mas ficou para a próxima.

 

 

E domingo sem brunch não é domingo, né? Minha escolha foi o Emporio Jardim no Instituto Moreira Salles, na Gávea. Eles me ganharam minha confiança antes mesmo de eu entrar no local, quando descobri que eles servem café da manhã a qualquer hora do dia. Finalmente alguém que pense igual a mim.

 

 

Peça o pão de espelta (que possui mais proteínas que o trigo) com  manteiga de Figo e ovo frito (gema mole, por favor). Para beber, chá gelado de hibisco ou um suco de laranja feito na hora. Depois, aproveite para explorar as exposições e o jardim do instituto. 

 

 

 

 

Se você se deparar com algum food parque, procure o Tigela (sopas e pães vegetarianos). O cardápio varia de acordo com o dia. Eu tive a opção de escolher entre o feijão BFF e a polenta italiana. Fui de combo de feijão preto (com abacate, que me lembrou a receita de guacamole mexicano - adicionei molho picante, lógico!) e muffin de cebola caramelizada com tomilho. Ainda no foodpark, procure o carrinho do Colé! Picolés orgânicos e veganos, sem conservantes ou aditivos artificiais. Fui de picolé de manga colhida do pé.

 

 

 

 

 

 

Ah, e fora o Botto Bar, todas as opções desse post são ótimas para ir com crianças! 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ARQUIVO
POSTS RECENTES
TAGS
Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Blog de hábitos saudáveis